terça-feira, 23 de dezembro de 2008

Sinta vontade de ficar..


Pego-te pela mão e o trago a meu mundo, mostro-te como agir, o que falar, chego a ensinar como pensar. E é tudo tão fácil, tão simples, que chega a ficar complicado.
Você tem a necessidade de colar os pés no chão (unir-se com verbos de ligação), ser, estar, ficar...parecer, permanecer...sempre com todos, viver com o universo.

E eu tenho corrido maratonas diárias só para mostrar a você que não sou aquilo em que crê.
Mas você não vê, não nota, você não lê. Sempre em rota de colisão com o mundo, com o meu mundo.

De repente você cansa de ficar, pula lá de cima, queda livre sem pára-quedas.
E eu? Eu fico a observar, com o coração nas mãos (quase calejadas), mais uma vez você ir, e eu aqui sempre a ficar...


P.S.: Possivelmente, um dia, quando finalmente sentir que deve ficar..não estarei mais a esperar..

4 comentários:

Sr. Sete disse...

pega na minha mão se quiser.

Minha saudade aumenta...

Rafaela disse...

esperar..
tortura, aprendizado... força!
quanto mais espero, mais imune fico a esse tipo de pessoa...

a gente um dia cansa e vê que não é necessário esperar...

a vida continua... sempre!

me identifiquei no texto (conte-me uma novidade!)... me faz acreditar ainda mais na fase maravilhosa que estou vivendo e aproveita-la, pois tomenetas sempre existirão, tenho de estar preparada... xD

Kézia, meu eu fora de mim!!

Rafaela disse...

tormentas*

energizeme disse...

Muito bom, legal a parte dos verbos de ligação. (não só ela)
Essa Kézia ta me saindo uma verdadeira escritora *carinha orgulhosa* (existe uma?)