sexta-feira, 12 de julho de 2013

Eu e minha mente falante

Estava eu no veterinário com a Aika, fui comprar tooooodos aqueles remédios (depois eu conto melhor sobre o que ela tem). Tinha uma pessoa pagando, eu olhei e pensei "Essa criatura não me é estranha", e a Aika tentou me arrastar para uma casinha que estava lá fora. De repente a pessoa levanta a cabeça e eu penso "como é mesmo o nome dele?!?!?", alguns segundos depois questiono para mim mesma " Será que é o Fulano?!".

Tá, até aí tudo bem, se a minha cabeça em vez de questionar em pensamento não tivesse falado em voz alta. Sim, uma voz bem alta. O Fulano olhou para mim com uma cara de quem estava pensando "Quem é essa doida?!", mas foi educado e disse "Oooooi (aquele oi sem graça, de quem não reconheceu a pessoa), como você tá?!", eu sem saber onde enfiar a cara respondi "Bem", e pensei, dessa vez em voz baixa mesmo, "Anna Kézia, você é doida?! Tem de pensar antes de falar!".


E é isso, essas coisas sempre acontecem comigo, sou mestre em falar antes de pensar ou pensar falando.
Fazer o quê?!