domingo, 31 de maio de 2009

"Minha vida é tão confusa quanto a América Central
Por isso não me acuse de ser irracional! "

sexta-feira, 29 de maio de 2009

Lucy Van Pelt


"Eu era mal humorada ...quando nasci, sou mal humorada hoje e serei mal humorada pelo resto da minha vida…que alivio!!




P.S.: E tenho dito!

terça-feira, 26 de maio de 2009

"E aí?!
O que é que eu faço com essa falta que você me faz!?"


>> Aquela frase² =*


segunda-feira, 25 de maio de 2009

Lugares para chorar em São Paulo

" Nem só de diversão vive o homem. Chorar também é preciso e, quando feito de maneira adequada, pode se revelar um ato de grande prazer. Se você quer chorar, saiba que São Paulo – cidade de tantas opções – também oferece lugares propícios para essa prática, onde o chorador se sentirá estimulado a verter seu pranto gota a gota, em quantidade suficiente para regar uma planta ou encher um aquário.

Supermercado 24 horas: recomenda-se uma visita durante a madrugada, quando você pode caminhar por corredores vazios, com a luz fria a iluminar a solidão dos notívagos e os olhares de peixe morto. Não é esse um microcosmo do mundo lá fora? Embalagens imploram por atenção, usando de frases de efeito, cores chamativas e outros subterfúgios estéticos para se destacarem entre seus pares, numa luta inglória pelo reconhecimento antes do prazo de validade. É, meu querido consumidor, a carência não poupa homens nem latas. E quando alguém lhe perguntar “tem algum item faltando?”, você poderá dizer “sim, me faltam todos os itens nesta vida!”. E ao perceber que até uma frase do manual da rede é capaz de lhe trazer alento, você estará pronto para chorar aos borbotões, sempre com a vantagem de ter à mão uma caixa de lenços em oferta.

(...) "

Giovana Madalosso

"Bem, tá tudo tão sério e eu tão aéreo, mas eu sempre fui assim"

sexta-feira, 22 de maio de 2009

"Me esquenta no frio,
me refresca no calor"

>> aquela frase =*





quinta-feira, 21 de maio de 2009

Promoção


Participandoooooooooooooooooooooooooooo!!!
Porque afinal, são 8 Gb!!
'O sofrimento é opcional, a dor não'

quarta-feira, 20 de maio de 2009

"Fecho porta para não escutar briga
e para a briga não escutar minha canção.

Falo coisas que às vezes não faço..."

terça-feira, 19 de maio de 2009

Mulheres

"(...)

Adoro o jogo amoroso das mulheres, embora não consiga entender por que elas gostam tanto de idas e vindas, altos e baixos, de conflitos, do modo como observam minuciosamente tudo que não está indo bem, da forma como fazem vista grossa a tudo que funciona. Resumindo: na minha opinião, mulheres nunca estão satisfeitas. São um saco sem fundo, e isso me angustia. Mas mesmo assim eu gosto delas. E não digo que elas gostam de rusgas. É que elas adoram fazer as pazes. Observo nas mulheres a obsessão de ser mais altas do que são. Sim, homens dificilmente usam saltos e quando o fazem… Quase todas têm isso. Querem ser "diferentes", ou camaleônicas, a cada ano ou estação. Querem usar o que as outras estão usando, gostem os homens ou não; depois tomam horror às coisas que compraram, justamente porque todas as outras estão usando. Têm mania de gesticular demais, de fazer caretas demais, de sempre enfatizar. Para as mulheres não está fazendo um friozinho: está gelado. Elas não estão com dor de cabeça: a cabeça está explodindo. E elas nunca gostaram de um brinco: elas amaram. Mulheres são as melhores amigas das hipérboles e dos sinais de exclamação. E eu acho isso divertido.

(...)"

(Léo Jaime)

domingo, 17 de maio de 2009

"Eu não tinha este rosto de hoje,
assim calmo, assim triste, assim magro,
nem estes olhos tão vazios, nem o lábio amargo.
Eu não tinha estas mãos sem força,
tão paradas e frias e mortas;
eu não tinha este coração que nem se mostra.
Eu não dei por esta mudança,
tão simples, tão certa, tão fácil:
Em que espelho ficou perdida a minha face?"

Cecília Meireles



Somos o que somos e temos que viver com isso.

sábado, 16 de maio de 2009



"É caminhando que se faz o caminho"

quarta-feira, 13 de maio de 2009

"Sobram tantos medos que nem me protejo mais.
Falta tanta coisa para dizer que nunca consigo"

Comentando Comentários

Energize-me,

1. Sim "Terrivelmente incrível", como só o amor pode ser...
Precisa explicar o que eu penso que seja "Terivelmente incrível" ?

2. "Acredito >*"
Ainda bem!

3. "Gosto dessa música, tem várias partes legais!"
Dois bicudos, um dia ainda vou postá-la! ;)

4. "~~hipocrisia, eu quero uma pra viver~~
tem alguma coisa errada nessa letra oO.. mas quem sou eu, né!!"
Passei um tempão analisando para descobrir o erro no música ¬¬
Não é 'hipocrisia', é 'ideologia'! XDD

5. "Eu sou resposável pela minha rosa! Pode deixar que ela está em boas mãos ^^"
Cuide muito bem dela!

6. "Acho que tenho de ler esse livro de novo, não lembro de nada."
É bom, eu gosto, leia. =)

7. "Cada voz que canta o amor não diz
tudo o que quer dizer, tudo que cala
fala mais alto ao coração, silenciosamente eu te falo com paixão, eu te amo calado."
É a continuação? õ.O

8. "ÀS vezes com o fim de umas coisas, outras começam, ou apenas continuam como eram, sem sofrer com término."
As coisas acontecem (ou não) como e quando devem acontecer.

9. "É possível sentir saudade e não querer mais?"
Acredito que sim.
"Saudade do que foi e não deveria ter sido"
Não será novamente, já que não deveria ter sido, e mesmo assim, saudade.
Entende?

10. "~~Veja o mundo passar como passa uma escola de samba que atravessa~~. Não sei porque me lembrou essa música, de qualquer forma.."
Deve ter sido por causa do 'passa'.

11.
eu: 'P.S.: Nada em especial, só uma música que gostei mesmo..ou não.. =p'
vc: "Gostou ou não gostou afinal? oO"
Da música sim, o ou não foi para o "nada em especial" e não para a música.

>> Aquela frase =x

Rafa,

1. "adoro paradoxos!!"
Talvez a própria Kézia seja um.
Paradoxo entre Kézia e Anna.

2. "parecia inofensiva mas te dominou!"
xD
sempre lembro dessa música quando acontece algo que não posso controlar!!"
Adoooooro!!! XD

3. "sempre leio..
não me canso..
é tão lindo, né?!"
Sim, lindo! *_*
Gosto das entrelinhas..dos subentendidos, onde cada um faz a sua interpretação.

4. "sei que não sou poeta.."
Quem disse que não é poeta? =p

5. "xD
de novo..
quando fui postar, pensei que isso pudesse acontecer.. na hora que li... sabia ^^
adoro isso, sabia?! rsss... conversamos as três: eu, você e Tati...
me divirto xD"
Faço minhas as suas palavras! *_*
A gente meio que se entende sem entender.
Mesmo não conhecendo as 'confusões' umas das outras, sabemos exatamente o que se passa, ou como se passa..
Ahhh..você entende. XD


Vivi,

1. "puxa...
eu (ainda) não conheço a rafa..."
Temos que dar um jeito nisso!!
Marquemos um encontro bloguístico! XD

2. "quase postei ela tb!"
Devia ter postado, ficaria engraçado os dois blogs com a mesma frase. =)

3. "B-JO!"
Essa sempre foi a minha marca registrada. Adorei ver-te usando! XD


Lili,

"Prima, prima...
acaso anda me tendo como exemplo para as tuas postagens?? Minha confusão me consome... me comprime... me torna eu...
:( Não conheço o tal do Jack... Mas fala de confusão como ninguém... ou como eu... sei lá!"
Começo a desconfiar que a confusão é inerente ao ser humano.


Talita Corrêa,

1. "Presente pra vc no meu blog."
Obrigada! *_*

2. "Esperar... eu ñ consigo. Tenho faniquito, rs."
Esperar pede paciência..o que é difíiiiiicil..


Helô Müller,

1. "O beelo é prá ser compartilhado ! E prá beleza sempre há espaço pra todos ... Goostei muito do seu, e fique feliz que tenha gostado do meu !! rs
Mil beijos !!"
Gostei muito do que disse "o belo é para ser compartinhado", até anotei, pronfundo, muito bom! =)

2. "Gosto muito de Kerouac, mesmo não sendo muito conhecido ... Gosto muito !!
Menina ... parabéns pelo seu Blog !!"
Conheci faz bem pouco tempo, gostei!
Obrigada pelo elogio! *_*


Sr. Overground,

1. "Isso não é dela.. É seu!"
Por isso gosto tanto dela, parece meu, só que feito por ela.

2. "ou sim.."
A possibilidade do sim sempre existe.

3. "Isso dá trabalho.."
Vale a pena quando feito com carinho e dedicação =p


Vitor,

1. "Eita"
Pois é, algumas coisas me fazem descer do muro.

2. "Essa saudade aí parece desespero"
Sim, acho que tem um toque de desespero sim, isso é o que a torna menos real.

3. "Engraçado, quando começou a ler a geração beat? Pra mim, parece uma antítese de vc"
Ainda posso surpreender..ou não. =p


Liiiiiivia,

"Adoro historias!!!!!!
To com saudades de você e de criar historias pra contar xD!!!!!!"
Siiiiiim, criar histórias de verdade ou fantasiosas com você é sempre muuuito bom!
Saudade de quando a gente tinha tempo...


Sofia,

1. "Seria essa a moeda?"
Moeda?
Você fala das 'duas faces da mesma moeda' ?
Se for isso..não tinha parado para pensar assim, mas acho que é sim a 'MOEDA'.
Que quando não sabida como usar, pode ser a glória ou a derrota, terrível ou incrível, e os dois ao mesmo tempo.

2. "Anagramas lógicos?
Se são o que penso que são, não são bons para as 8:30 da manhã."
Não sei o que pensa que são, mas penso que todo dia é dia e toda hora é hora.

3. "Kézia querida, me atrevo a usar uma frase antes já usada por ti."
Menina, fique a vontade para usar o que quiser ;)

4. "Esse trecho passa um quê de sofrimento e pressa, angústia.
Não sei explicar, só sei dizr o que senti ao ler.
*Comentário bem nada a ver esse, né?!* rsrs"
Sim, a música é meio isso mesmo.
Sabe menina, você tem uma forma peculiar de comentar, gosto disso. ;)

5. "Refazer o já feito.
Será que dá certo?"
às vezes é melhor que tentar arrumar..a emenda pode sair pior..


Obrigada a todos pelos comentários e pelo carinho!

B-jos e,
Até..

terça-feira, 12 de maio de 2009

"São tantas as coisas que eu queria te falar e contar. E eu sigo fantasiando que você entende tudo e melhor que todo mundo. E isso acaba comigo mas, ao mesmo tempo, me tira um pouco da chatice burra e apática de sempre.

(...)

Eu nunca vou esquecer você. Eu não soube o que fazer com você, mas sei o que fazer com o não você. Isso eu sei fazer e faço bem. Lembrar que era terrível e incrível. Terrível, meu amor, como poucas (ou nenhuma) coisas foram. Mas absolutamente incrível. "

(Tati Bernardi)

segunda-feira, 11 de maio de 2009

"Eu não vou gostar de você porque sua cara é bonita
O amor é mais que isso
O amor talvez seja uma música que eu gostei e botei numa fita
Eu não vou gostar de você porque você acredita
O amor é mais que isso
O amor talvez seja uma coisa que até nem sei se precisa ser dita"











P.S.: Só para provar que eu lembro sim! >*

Seria trágico se não fosse cômico

8:30 da matina, Kézia na biblioteca, com fone de ouvido, cachecol e uma mesa cheia de papel.
Entra um senhor, desses velhinho típicos, gordo, barrigudo, cabelo branco e óculos de armação preta; senta-se a mesa ao lado e começa a ler um livro bem grosso.
Algum tempo depois entra um outro senhor aparentando uns 10 anos mais jovem que o primeiro. Ele para em frente a mesa e com uma voz grossa diz "Com licença", o velhinho demora um pouco para perceber que é com ele, o senhor repete "Com licença", finalmente o velhinho se toca:

Velhinho: - Ooooooooi
Senhor: - Você aqui, nossa! Como você está? Chegou quando?
Velhinho: Estou bem! Lendo para fazer um resumo de filosofia *Filosofia??????? Sérrio!? õ.O *
(...)
E você, como está?
Senhor: - Nossa, peguei uma gripe daquelas, nem vim trabalhar esses dias...

Kézia, que a essa altura já nem sabia mais o que estava fazendo e só conseguia escutar a música (sim, ela estuda ouvindo música), pensa "Será que é a gripe do porco? o.O"

Velhinho: - Você já foi ao médico?
Senhor: - Fui, fui sim, ele recomendou descanso, mas sabe como sou, né?! Não fico quieto!
Velhinho: - Mas tem que cuidar para não virar algo grave.
Senhor: - Sim, sim, vou cuidar sim! Porque você sabe, né?! Velho morre mesmo é de gripe e de desinteria!
Kézia: - Hahahahahahhahahahahahahahahaha *enorme gargalhada*

Sim, eu não me contive e comecei a rir..rsrs

Depois dessa, só me restou mesmo voltar para os anagramas lógicos.

quinta-feira, 7 de maio de 2009

"Você foi me conquistando devagar, quando notei já não tinha como recuar"

terça-feira, 5 de maio de 2009

HIPOCRISIA

É o ato de fingir ter crenças, virtudes e sentimentos que a pessoa na verdade não possui.
A palavra deriva do latim hypocrisis e do grego hupokrisis ambos significando a representação de um ator, atuação, fingimento (no sentido artístico).
Essa palavra passou, mais tarde, a designar moralmente pessoas que representam, que fingem comportamentos.
_______________________-_________________________-__________________

Pois é..
Não gosto de pessoas que fingem ser o que não são, e quem é que gosta?

Então, algo que me incomoda e eu nem sei muito bem porque..
Os que querem passar a imagem de intelectuais.
Se escreve bem, domina a língua portuguesa e quer mostrar, ótimo, vá em frente.
Mas..não tem coisa pior do que os que acham que sabem, se sentem em pleno Século XV usando termos há muito já aposentados, errando na concordância e na regência, e mesmo assim se achando.
"Oh, está vendo, eu escrevo muito bem!" Aham, escreve, só porque usou 'estória' em vez de 'história'.
Tudo bem, quem sou eu para falar alguma coisa, não é mesmo?!

Numa conversa com as primas *que gosto tanto* elas concluem:

"Anna, não confie naqueles bonzinhos demais, nos mais tementes e fervorosos, os que fazem questão de mostrar e dizer, esses são os piores, são capazes de fazer as piores atrocidades.
Os que falam, os que brigam, os que se alteram, não, esses não, esses você já sabe como são."


Conselho que vou levar para mim. ;)


domingo, 3 de maio de 2009

" (...)

- Sois belas, mas vazias, disse ele ainda. Não se pode morrer por vós. Minha rosa, sem dúvida um transeunte qualquer pensaria que se parece convosco. Ela sozinha é, porém, mais importante que vós todas, pois foi a ela que eu reguei. Foi a ela que pus sob a redoma. Foi a ela que abriguei com o pára-vento. Foi dela que eu matei as larvas (exceto duas ou três por causa das borboletas). Foi a ela que eu escutei queixar-se ou gabar-se, ou mesmo calar-se algumas vezes. É a minha rosa.

- Adeus, disse a raposa. Eis o meu segredo. É muito simples: só se vê bem com o coração. O essencial é invisível para os olhos.

- O essencial é invisível para os olhos, repetiu o principezinho, a fim de se lembrar.

- Foi o tempo que perdeste com tua rosa que fez tua rosa tão importante.

- Foi o tempo que eu perdi com a minha rosa... repetiu o principezinho, a fim de se lembrar.

- Os homens esqueceram essa verdade, disse a raposa. Mas tu não a deves esquecer. Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas. Tu és responsável pela rosa...

- Eu sou responsável pela minha rosa... repetiu o principezinho, a fim de se lembrar.

(...)"

(O pequeno Príncipe)

sábado, 2 de maio de 2009

"Todo sentimento precisa de um passado para existir
o amor nao, ele cria como por encanto um passado que nos cerca
ele nos dá a conciência de havermos vivido anos afil
com alguém que a pouco era quase um estranho
ele supre a falta de lembrança como uma espécie de mágica"

Ana Carolina