segunda-feira, 11 de maio de 2009

Seria trágico se não fosse cômico

8:30 da matina, Kézia na biblioteca, com fone de ouvido, cachecol e uma mesa cheia de papel.
Entra um senhor, desses velhinho típicos, gordo, barrigudo, cabelo branco e óculos de armação preta; senta-se a mesa ao lado e começa a ler um livro bem grosso.
Algum tempo depois entra um outro senhor aparentando uns 10 anos mais jovem que o primeiro. Ele para em frente a mesa e com uma voz grossa diz "Com licença", o velhinho demora um pouco para perceber que é com ele, o senhor repete "Com licença", finalmente o velhinho se toca:

Velhinho: - Ooooooooi
Senhor: - Você aqui, nossa! Como você está? Chegou quando?
Velhinho: Estou bem! Lendo para fazer um resumo de filosofia *Filosofia??????? Sérrio!? õ.O *
(...)
E você, como está?
Senhor: - Nossa, peguei uma gripe daquelas, nem vim trabalhar esses dias...

Kézia, que a essa altura já nem sabia mais o que estava fazendo e só conseguia escutar a música (sim, ela estuda ouvindo música), pensa "Será que é a gripe do porco? o.O"

Velhinho: - Você já foi ao médico?
Senhor: - Fui, fui sim, ele recomendou descanso, mas sabe como sou, né?! Não fico quieto!
Velhinho: - Mas tem que cuidar para não virar algo grave.
Senhor: - Sim, sim, vou cuidar sim! Porque você sabe, né?! Velho morre mesmo é de gripe e de desinteria!
Kézia: - Hahahahahahhahahahahahahahahaha *enorme gargalhada*

Sim, eu não me contive e comecei a rir..rsrs

Depois dessa, só me restou mesmo voltar para os anagramas lógicos.

2 comentários:

Raffs disse...

hohohooooooooooo..
tadinhos dos velhinhos...

xD

Sofia disse...

Anagramas lógico?

Se são o que penso que são, não são bons para as 8:30 da manhã.