domingo, 27 de fevereiro de 2011

Sim, a pessoa que vos fala agora usa óculos

Óculos
Os Paralamas do Sucesso
 
Se as meninas do Leblon
Não olham mais pra mim.

Eu uso óculos
E volta e meia
Eu entro com meu carro pela contramão
Eu to sem óculos

Se eu to alegre
Eu ponho os óculos e vejo tudo bem
Mas se eu to triste eu tiro os óculos
Eu não vejo ninguém



Por que você não olha pra mim?
Me diz o que é que eu tenho de mal
Por que você não olha pra mim?
Por trás dessa lente tem um cara legal...

Eu decidi dizer que eu nunca fui o tal
Era mais jogo se eu tentasse
fazer charme de intelectual
Se eu te disser
Periga você não acreditar em mim.


Eu não nasci de óculos...
Eu não era assim...


Por que você não olha pra mim?
Me diz o que e que eu tenho de mal.
Por que você não olha pra mim?
Por trás dessa lente tem um cara legal.

Por que você não olha pra mim?
Por que você diz sempre que não?
Por que você não olha pra mim?
Por trás dessa lente tambem bate um coração. 


" (...) 
 Oftalmologista: - Então, você está sentindo alguma coisa diferente?
Eu: - Eu acho que não estou vendo o ônibus vindo..
Oftalmologista: - Mas você não vê mesmo!
(...) "

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

" - Todo assassino é provavelmente velho amigo de alguém - observou Poirot filosoficamente - Você não pode misturar sentimento com razão. "

(O misterioso caso de Styles - Agatha Cristie)




P.S.: Tenho para mim que o detetive Hercule Poirot sofre de TOQ (Transtorno Obssessivo Compulsivo).

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Não estrague o seu dia

A sua irritação não solucionará problema algum...
As suas contrariedades não alteram a natureza das coisas....
Os seus desapontamentos não fazem o trabalho que só o tempo conseguirá realizar....
O seu mau humor não modifica a vida...
A sua dor não impedirá que o Sol brilhe amanhã sobre os bons e os maus...
A sua tristeza não iluminará os caminhos...
O seu desânimo não edificará a ninguém....
As suas lágrimas não substituem o suor que você deve verter
 em benefício da sua própria felicidade....
As suas reclamações, ainda mesmo afetivas, jamais acrescentarão
 nos outros um só grama de simpatia por você...

Não estrague o seu dia....


CHICO XAVIER. (André Luiz)

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Sentença

Durante muitos anos da minha vida eu fui a melhor aluna que eu pude ser. E, sinceramente, isso nunca me cobrou muito esforço não, ao contrário, as coisas sempre fluíram muito bem, eu fazia duas ou três coisas ao mesmo tempo, conversava na sala de aula, discutia com tudo e todos, corria na sala para bater nos que me pertubavam, era mestra em arrumar confusão e ainda assim fechava o ano com algumas médias dez no boletim.
Depois de anos sendo a boa aluna, a NERD, a que todo mundo quer copiar o dever, a que FAZ todos os deveres, enfim, uma das melhores alunas da escolas, alguns empecilhos surgiram e eu não era mais a boa, era a aluna mediana que passava de ano sem recuperação e ponto. Mas eu nunca vi aí um problema não, eu sou movida por motivação, e, convenhamos, um colégio de freira não é lá uma motivação grandioza para muita gente não.
Tá, eu não era mais a melhor aluna mas conhecia o meu potencial, eu sabia o que podia fazer, sabia do que eu era capaz, sabia que eu poderia chegar muito longe se tivesse a motivação certa.

~~Mas acontece que tudo tem começo, e se começa um dia acaba~~

 A escala acabou, caí de para-quedas num mundo que não era a minha praia e muito menos a que eu gostaria de estar...o tempo passou e eu não sabia mais onde eu estava, não tinha mais muitas certezas e muito menos motivação..
O tempo mais uma vez passou e eu talvez tenha encontrado uma motivação, o que tecnicamente facilitaria as coisas, no entanto ela não abriu a porta que eu queria e eu fui perdendo o caminho.
A verdade é que hoje eu não sei mais onde eu posso chegar, não conheço o meu potencial e muito menos do que eu sou capaz.
Hoje eu descobri que ter sido a melhor aluna fez eu me perder mais do que qualquer outra coisa, eu não sou uma coisa e também não sou outra e isso me perde mais ainda...

E agora eu não sei mais...

domingo, 13 de fevereiro de 2011

Gosto da presença de pessoas inteligentes.
Me sinto meio burrinha, sinto que não conheço nada do que deveria.
Mesmo assim, prefiro os inteligentes aos metidos a esperto.

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

  " É que às vezes dói, dói tanto por dentro, que eu não consigo conter e acabo demonstrando por fora. Eu me sinto fraca por chorar, por ter que me encolher no cantinho da minha cama e apertar o travesseiro até ele me confortar. É bem difícil ter que acordar e desejar bom dia às pessoas com um sorriso, depois chegar em casa e desmanchar. Já perdi a conta de quantas vezes tive que pintar o rosto pra esconder a péssima noite de sono. Mas dizem que uma hora passa, eu preciso acreditar que vai passar. "

(Kimberlly Cavalcante)

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

"Consegui meu equilíbrio cortejando a insanidade,Tudo está perdido mas existem possibilidades. "

(Sereníssima - Legião Urbana)