domingo, 30 de julho de 2006

Chico Cesar - A primeira vista
by Chico César

QUANDO NÃO TINHA NADA EU QUIS
QUANDO TUDO ERA AUSÊNCIA ESPEREI
QUANDO TIVE FRIO TREMI
QUANDO TIVE CORAGEM LIGUEI

QUANDO CHEGOU CARTA ABRI
QUANDO OUVI PRINCE
DANCEI
QUANDO O OLHO BRILHOU ENTENDI
QUANDO CRIEI ASAS VOEI

QUANDO ME CHAMOU EU VIM
QUANDO DEI POR MIM TAVA AQUI
QUANDO LHE ACHEI ME PERDI
QUANDO VI VOCÊ ME APAIXONEI

QUANDO NÃO TINHA NADA EU QUIS
QUANDO TUDO ERA AUSÊNCIA ESPEREI
QUANDO TIVE FRIO TREMI
QUANDO TIVE CORAGEM LIGUEI

QUANDO CHEGOU CARTA ABRI
QUANDO OUVI SALIF KEITA
DANCEI
QUANDO O OLHO BRILHOU ENTENDI
QUANDO CRIEI ASAS VOEI

QUANDO ME CHAMOU EU VIM
QUANDO DEI POR MIM TAVA AQUI
QUANDO LHE ACHEI ME PERDI
QUANDO VI VOCÊ ME APAIXONEI
VERDADES...

Para se roubar um coração
é preciso que seja com muita habilidade,
tem que ser vagarosamente, disfarçadamente,
não se chega com ímpeto,
não se alcança o coração de alguém com pressa.

Tem que se aproximar com meias palavras, suavemente,
apoderar-se dele aos poucos, com cuidado.
Não se pode deixar que percebam que ele será roubado,
na verdade, teremos que furtá-lo, docemente.
Conquistar um coração de verdade dá trabalho,
requer paciência,
é como se fosse tecer uma colcha de retalhos,
aplicar uma renda em um vestido,
tratar de um jardim, cuidar de uma criança.
É necessário que seja com destreza,
com vontade, com encanto, carinho e sinceridade.
Para se conquistar um coração definitivamente
tem que ter garra e esperteza,
mas não falo dessa esperteza que todos conhecem,
falo da esperteza de sentimentos,
daquela que existe guardada na alma em todos os momentos.

Quando se deseja realmente conquistar um coração,
é preciso que antes já tenhamos conseguido conquistar o nosso,
é preciso que ele já tenha sido explorado nos mínimos detalhes,
que já se tenha conseguido conhecer cada cantinho,
entender cada espaço preenchido e aceitar cada espaço vago.
...e então, quando finalmente esse coração for conquistado,
quando tivermos nos apoderado dele,
vai existir uma parte de alguém que seguirá conosco.
Uma metade de alguém que será guiada por nós
e o nosso coração passará a bater por conta desse outro coração.
Eles sofrerão altos e baixos sim,
mas com certeza haverá instantes, milhares de instantes de alegria.
Baterá descompassado muitas vezes e sabe por quê?
Faltará a metade dele que ainda não está junto de nós.
Até que um dia, cansado de estar dividido ao meio,
esse coração chamará a sua outra parte e alguém por vontade própria,
sem que precisemos roubá-la ou furtá-la nos entregará a metade que faltava.
... e é assim que se rouba um coração, fácil não?

Pois é, nós só precisaremos roubar uma metade,
a outra virá na nossa mão e ficará detectado um roubo então!
E é só por isso que encontramos tantas pessoas pela vida a fora
que dizem que nunca mais conseguiram amar alguém... é simples...
é porque elas não possuem mais coração,
eles foram roubados, arrancados do seu peito,
e somente com um grande amor ela terá um novo coração,
afinal de contas, corações são para serem divididos,
e com certeza esse grande amor repartirá o dele com você.

Luis Fernando Veríssimo

sábado, 29 de julho de 2006

Conversando com um amigo...

" (...)
Ele: - Você é engraçada...
Eu: - Eu? Por quê?!?
Ele: Você tem uma facilidade tremenda para lidar com os sentimentos dos outros...e com os seus não...
Eu: - É!
Ele: - Isso não te incomoda?
Eu: Muito...
Ele: (me dá um 'tabefe' na cabeça)
Eu: - Por que que eu apanhei, posso saber?!?!?
Ele: - Para ver se passa a incomodar!!
Eu: - mas eu falei "muito"!!
Ele: - Ahhhhh
Eu: É!
(...) "

É assim...o que posso fazer?!?

domingo, 23 de julho de 2006

"Molduras boas não salvam quadros ruins..."


' ...

entre a inoscência e a culpa
pensamentos se repartem
momentos se cruzam
vidas se refazem

entre a certeza e o medo
motivos aparecem
labirintos se formam
sentimentos permanecem

entre a dúvida e a vontade
verdades acontecem
saídas se reformam
finais se reescrevem '

por Kézia

de 20:42 16/2/2006 a 14:18 6/7/2006

PS.: Um dos mais longos e difíceis de passar o que eu gostaria

sábado, 22 de julho de 2006

Lulu Santos - Assim Caminha A Humanidade

Ainda vai levar um tempo
Pra fechar o que feriu por dentro
Natural que seja assim
Tanto pra você quanto pra mim

Ainda leva uma cara
Pra gente poder dar risada
Assim caminha a humanidade
Com passos de formiga e sem vontade

Não vou dizer que foi ruim
Também não foi tão bom assim
Não imagine que te quero mal
Apenas não te quero mais

Não te quero mais
Não mais
Nunca mais
Muito bom esse texto, grande, mas vale a pena

Apenas Uma Volta

Homem -(Entra em casa)
> Mulher - Oi
!> Homen - Oi!
> Mulher - Trabalhou muito?
> Homem - Sim.
> Mulher - Tá cansado?
> Homem - Um pouco.
> Mulher - Toma um banho!
> Homem - Vou sim... preciso....... (Banho.)
> Mulher - Ué... vai sair?
> Homem - Vou dar uma volta.
> Mulher - Sozinho?
> Homem - É... sozinho.
> Mulher - Vai aonde?
> Homem - Por aí.
> Mulher - Sozinho?
> Homem - É.
> Mulher - Certeza?
> Homem - Sim.
> Mulher - Quer que eu vá com você?
> Homem - Não... pode deixar... prefiro ir sozinho.
> Mulher - Vai sozinho andar pela cidade?
> Homem - É.
> Mulher - De carro?
> Homem - Sim.
> Mulher - Tem gasolina?
> Homem - Sim... coloquei.
> Mulher - Vai demorar?
> Homem - Não... coisa de uma hora.
> Mulher - Vai a algum lugar específico?
> Homem - Não... só rodar por aí.
> Mulher - Não prefere ir a pé?
> Homem - Não... vou de carro.
> Mulher - Traz um sorvete pra mim!
> Homem - Trago... que sabor?
> Mulher - Manga.
> Homem - Ok... na volta eu passo e compro.
> Mulher - Na volta?
> Homem - Sim... senão derrete.
> Mulher - Passa lá, compra e deixa aqui.
> Homem - Não... melhor não! Na volta... é rápido!
> Mulher - Ahhhhh!
> Homem - Quando eu voltar eu tomo com você!
> Mulher - Mas você não gosta de manga!
> Homem - Eu compro outro... de outro sabor.
> Mulher - Aí fica caro... traz de cupuaçu!
> Homem - Eu não gosto também.
> Mulher - Traz de chocolate... nós dois gostamos.
> Homem - Ok! Beijo... volto logo...
> Mulher - Ei!
> Homem - O que?
> Mulher - Chocolate não... Flocos...
> Homem - Não gosto de flocos!
> Mulher - Então traz de manga prá mim e o que quiser prá você.
> Homem - Foi o que sugeri desde o começo!
> Mulher - Você está sendo irônico?
> Homem - Não... tô não! Vou indo.
> Mulher - Vem aqui me dar um beijo de despedida!
> Homem - Querida! Eu volto logo... depois.
> Mulher - Depois não... quero agora!
> Homem - Tá bom! (Beijo.)
> Mulher - Vai com o seu ou com o meu carro?
> Homem - Com o meu.
> Mulher - Vai com o meu... tem cd player... o seu não!
> Homem - Não vou ouvir música... vou espairecer...
> Mulher - Tá precisando?
> Homem - Não sei... vou ver quando sair!
> Mulher - Demora não!
> Homem - É rápido... (Abre a porta de casa.)
> Mulher - Ei!
> Homem - Que foi agora?
> Mulher - Nossa!!! Que grosso! Vai embora!
> Homem - Calma... estou tentando sair e não consigo!
> Mulher - Porque quer ir sozinho? Vai encontrar alguém?
> Homem - O que quer dizer?
> Mulher - Nada... nada não!
> Homem - Vem cá... acha que estou te traindo?
> Mulher - Não... claro que não... mas sabe como é?
> Homem - Como é o quê?
> Mulher - Homens!
> Homem - Generalizando ou falando de mim?
> Mulher - Generalizando.
> Homem - Então não é meu caso... sabe que eu não faria isso!
> Mulher - Tá bom... então vai.
> Homem - Vou.
> Mulher - Ei!
> Homem - Que foi, cacete?
> Mulher - Leva o celular, idiota!
> Homem - Prá quê? Prá você ficar me ligando?
> Mulher - Não... caso aconteça algo, estará com celular.
> Homem - Não... pode deixar...
> Mulher - Olha... desculpa pela desconfiança... estou com saudade... só isso!
> Homem - Ok meu amor... Desculpe-me se fui grosso. Tá.. eu te amo!
> Mulher - Eu também! Posso futricar no seu celular?
> Homem - Prá quê?
> Mulher - Sei lá! Joguinho!
> Homem - Você quer meu celular prá jogar?
> Mulher - É.
> Homem - Tem certeza?
> Mulher - Sim.
> Homem - Liga o computador... lá tem um monte de joguinhos!
> Mulher - Não sei mexer naquela lata velha
!> Homem - Lata velha? Comprei pra a gente mês passado!
> Mulher - Tá.. ok... então leva o celular senão eu vou futricar...
> Homem - Pode mexer então... não tem nada lá mesmo...
> Mulher - É?
> Homem - É.
> Mulher - Então onde está?
> Homem - O quê?
> Mulher - O que deveria estar no celular mas não está...
> Homem - Como!?
> Mulher - Nada! Esquece!
> Homem - Tá nervosa?
> Mulher - Não... tô não...
> Homem - Então vou!> Mulher - Ei!
> Homem - Que ééééééé?
> Mulher - Não quero mais sorvete não!
> Homem - Ah é?
> Mulher - É!
> Homem - Então eu também não vou sair mais não!
> Mulher - Ah é?
> Homem - É.
> Mulher - Oba! Vai ficar comigo?
> Homem - Não vou não... cansei... vou dormir!
> Mulher - Prefere dormir do que ficar comigo?
> Homem - Não... vou dormir, só isso!
> Mulher - Está nervoso?
> Homem - Claro, porra!!!
> Mulher - Por que você não vai dar uma volta para espairecer?

(Luis Fernando Veríssimo)

domingo, 16 de julho de 2006

Hoje recolho-me ao silêncio da reflexão...

sábado, 15 de julho de 2006

Comentando comentários

Natália:
1º Nooooossa, muito obrigada, finalmente um comentário sobre a série "Conhecendo a Kézia" (acabei de escolher esse nome), muito obrigada mesmo, foi importantíssimo para mim seu comentário!

2º Você está conquistando o seu espaço, eu diria...cada vez maior ele está...
Mais uma vez, obrigada, e volte sempre! XD

Livia:
Obrigada por estar sempre presente aqui, mesmo não comentando, sei que é sempre presença marcante! /o/

Gustavo:
1º Gustavooooooooooooo!!!! Cade você?!?!?!?!? Onde andarás, que não comenta mais?!? ; _ ;
Já disse e repito, seus comentários são os melhores e de suma importância para o andamente de tudo...

2º Mesmo sumido, obrigada por comentar!
E de novo, eu adoro os seus comentários!


PS.: Hoje resolvi agradecer, costumo cobrar tanto de todos e dificilmente agradecer, então...hoje agradeço, agradeço a todos que passam por aqui às vezes, que vêm com freqüência, que gostam, que não gostam, que voltam, ou que passam uma vez só e não voltam mais...obrigado por lêem esse meu espaço que tanto prezo...
"- aquilo que eu senti por ele...
- Sentiu? não sente mais?
- Essas coisas não acabam assim de uma hora para a outra...não estávamos bem já a algum tempo..."

(Uma novela ai...)

Essa é uma conversa tão clichê, tão explicativa, tão politicamente correta, mas...ao mesmo tempo, como responder de outra forma??

Por que? Porque as coisas mudam, simples...o difício é aceitar as mudanças...

13 de Julho

13 de Julho de 2006
Decretado um "Dia especial", denominado: "Dia feliz!"
Aewwwww!!!Creio que não preciso dizer mais nada.

"Valeu a pena, ê, ê...valeu a pena"

quinta-feira, 13 de julho de 2006

domingo, 9 de julho de 2006

Sem Você
by Davi Moraes, Arnaldo Antunes E Arto Lindsay

Pra onde vou agora livre, mas sem você?
Pra onde ir? O que fazer? Como eu vou viver?
Eu gosto de ficar só, mas gosto mais de você.
Eu gosto da luz do sol, mas chove sempre agora, sem você, sem
você, sem você, sem você...

Às vezes acredito em mim, mas às vezes não
Às vezes tiro o meu destino da minha mão
Talvez eu corte o cabelo
Talvez eu fique feliz
Talvez eu perca a cabeça
Talvez esqueça e cresca sem você

Sem você, sem você, sem você

Pra onde vou agora sem você?
Talvez precise de colchão
Talvez baste o chão
Talvez no vigesimo andar
Talvez no porão
Talvez eu mate o que foi
Talvez imite o que sou
Talvez eu tema o que vem
Talvez te ame ainda sem você

Sem Você,Sem Você,Sem Você...

Eu gosto de ficar só, mas gosto mais de você
Eu gosto da luz do sol
Talvez eu mate o que foi

Talvez imite o que sou
Talvez eu tema o que vem
Talvez te ame ainda

Sem você, Sem Você, Sem Você, Sem Você, Sem Você,
Sem Você, Sem Você, Sem Você...

PS.: Liviaaa, obrigada por pegar a letra para mim

8º e finalmente o último, porém, não menos importante

VOCÊ ACREDITA:

Em você? sempre, se eu não acreditar em mim, quem é que vai acreditar?!?
Em seus amigos? Sim, tenho que acreditar
Em seus familiares? Sim, acredito desacreditando, mas acredito
Em ET? acho q não
Em monstro debaixo da cama? neeeemmm
Um por todos e todos por um? incondicionalmente
Teoria Big-Bang? sim
No governo? Não
Poderes psicológicos? sim, a mente tem um poder inimaginável...
Espíritos? não
No verdadeiro amor? sim, um dia aparece aquela pessoa...que faz vc esquecer de tudo, que te faz sentir-se nas nuvens como se estivesse flutuando, que te olha nos olhos e parece ler sua mente, que parece entender tudo o que se passa, que só de estar perto já te tranquiliza, que sabe o que falar, que sabe o que ouvir, que sem saber pq você confia nela e ponto, que faz seu coração disparar, que mesmo estando realmente brava com a pessoa, não consegue esconder a felicidade ao encontrá-la...enfim, alguém que faça seus olhos brilharem...que faça tudo (a vida) finalmente fazer sentido....noooooooossa, filosofei agora
Na verdadeira amizade? claro, sempre, ela tem que axistir
Em dinossauros? sim
Em Adão e Eva? não sei, mas acho q não...
Em mágica? Sim, mas a magia termina sempre se quebrando...
Em amor a primeira vista? Não, é algo que se conquista com o tempo
Em bruxas? Não

sábado, 8 de julho de 2006

" -Por que que ela tinha que vir para cá????
- Porque ela gosta de você, seu idiota!!"

Que vontade de responder isso...algumas pessoas não se tocam nunca, não querem ver o que está na sua frente...

7º (Calma que já está acabando...)

VOCÊ SE ACHA:

Um bom ouvinte? Sim
Uma boa companhia? depende da situação, mas no geral, até q sim...
Uma pessoa feliz? Sim, muito, demais (apesar de às vezes não transparecer tamanha felicidade)
Uma pessoa com os pés no chão? eventualmente, não...mas no geral, sim
Bonito(a)? às vezes sim, outras não...depende do dia...
Um bom amigo? Sim
Um bom conselheiro? sim...sou boa em resolver os problemas dos outros, o difícil é resolver os meus mesmo...
Olá, esse é o meu poema (ou poesia, como quiser) predileto...nooooossa, ele diz mto, mesmo sem dizer...já o analisei de várias formas possíveis, cada vez que leio vejo algo diferente, e cada vez mais, me encanto...a última estrofe é perfeita...

Fim

Nem foi mesmo preciso que você falasse
era um pressentimento antigo dentro de mim;
há muito, na expressão que havia em sua face
via que o nosso amor ia chegando ao fim...

Hoje, para encontrá-la, eu quase não vim,
era o medo covarde deste desenlace.
E tudo terminou...e foi melhor assim
talvez, para você, que tudo terminasse.

Nosso amor, -e ninguém há de saber porque-
morreu, (bem que o sentimos pelo nosso olhar)
e não somos culpados nem eu, nem você;

e o que é estranho afinal é que tudo acabasse
sem que nenhum de nós falasse em terminar,
e assim como se tudo ainda continuasse...

(J. G. de Araújo Joge)

sexta-feira, 7 de julho de 2006

Uma semana...
Estou bem, muito bem eu diria... XD
"Muitas vezes construimos grandes sonhos em cima de grandes pessoas, mas com o passar do tempo, descobrimos que grande mesmo eram os sonhos, porque as pessoas...eram pequenas demais para entender o significado deles!"

Egoísmo

Egoísmo - amor excessivo ao bem próprio, sem consideração aos interesses alheios.

" pessoa 1: - Eu tenho que ir...
pessoa 2: - Vai não, fica..."

"pessoa 1: - Eu vo embora sim!
pessoa 2: - Mas eu quero que você fique..."

As pessoas são muito egoístas, quando se fala "vai não, fica", em nenhum momento você está pensando na outra pessoa, no bem estar da outra pessoa, "Mas eu quero que você fique", você está pensando no seu bem, no que te faz feliz. Você nao quer que a pessoa vá, não pq é melhor para ela ficar, e sim pq é o melhor para você que ela fique.
Claro, é instinto, pensar primeiro em si mesmo, depois nas pessoas ao seu redor, mas...até aonde vai isso? Pedir que fique é o primeiro impulso, mas pode ser o pior de todos os erros, pode tentá-lo a ficar, abrir mão de um mundo que estaria por vir.
Sim, a pessoa fica, num primeiro momento está feliz por ficar, você está mais feliz ainda...tudo parece perfeito, mas...será que a pessoa está realmente feliz? Será mesmo que é assim que tem que ser?
6º VOCÊ JÁ:

Saiu em público de pijamas? sim
Chorou por algo bobo? sim
Chorou em um filme?Qual? Provavelmente, mas não me lembro qual
Se apaixonou por um professor(a)? Não
Se apaixonou por um parente? não
Fez algo idiota para chamar a atenção de alguém? Não sei, devo ter feito sim...
Se declarou? não
Atuou em um palco? sim
Achou algum personagem atraente? sim
Viajou para o exterior?Pra onde? Não
Teve um amigo imaginário? Não
Colocou fogo em alguma parte do corpo? sim
Escreveu para alguém famoso? não
Andou de avião? Não...
E de navio? tb não
Caiu de uma árvore? sim,algumas vezes
Caiu na frente de todos? sim...
Fez algo que se arrependeu muito?O que? geralmente não me arrependo do que faço, mesmo que...
Se sentiu estúpido? sim...estúpida, boba e idiota...
Pensou que ia morrer? quase
Foi operado?Pq? não, nada sério, só uma micro cirurgia...
Esquiou? Não...
Foi atropelado? não
Quebrou algum osso?Qual? sim, do braço esquerdo

quarta-feira, 5 de julho de 2006

domingo, 2 de julho de 2006

Pois é...tudo de cabeça para baixo...e agora??
Agora é ir para cama, dormir....amanhã é um outro dia...
5º Agora começa a sessão "Você...alguma coisa"...

VOCÊ:
Tem os pés no chão? depende, nem sempre
Está de olho em alguém? não...necessariamente...se rolar roulou, nada d expectativas...
Está namorando/ficando/de rolo? Não
Tem uma linha da vida? sim
Gosta de dançar? Sim, principalmente música eletrônica
Gosta de estudar? depende do q estudar, geralmente gosto do q não é necessário
É feliz? muito
Está apaixonado? não
Está sendo correspondido? já que não estou apaixonada...
Sente ciúmes de quem? acho q...de todas as pessoas próximas de mim...e das que estão longe também...resumindo, de todos
Pede conselhos a quem? geralmente, na maioria das vezes, não peço conselhos...
Sente saudades do que? ahhh....de tantas coisas...
tem bichinhos de pelúcia? sim
Chora com quem? não choro!!...brincadeira, sozinha, não gosto que me vejam chorar...
Recado: Se eu não sei o que pensar, como é que eu vou saber o que dizer?!?!?!?
Música para uma pessoa que...mesmo sem saber, é presença marcante aqui (ao menos da minha parte)

Skank - Resposta
by Samuel Rosa / Nando Reis

Bem mais que o tempo
Que nós perdemos
Ficou pra trás também o que nos juntou
Ainda lembro o que eu estava lendo
Só pra saber o que você achou
Dos versos que eu fiz
E ainda espero
Resposta

Desfaz o vento
O que há por dentro
Desse lugar que ninguém mais pisou
Você está vendo o que está acontecendo
Nesse caderno sei que ainda estão

CHORUS

Os versos seus
Tão meus que peço
Nos versos meus
Tão seus
que esperem
Que os aceite em paz
Eu digo que eu sou
O antigo do que vai adiante
Sem mais eu fico onde estou
Prefiro continuar distante

Bem mais que o tempo
Que nós perdemos
Ficou pra trás também o que nos juntou
Ainda lembro o que eu estava lendo
Só pra saber o que vc achou

CHORUS

Desfaz o vento
O que há por dentro
Desse lugar que ninguém mais pisou
Você está vendo o que está acontecendo
Nesse caderno sei que ainda estão

CHORUS

sábado, 1 de julho de 2006

"Um sorriso sincero e espontâneo,
Um olhar que parece atravessar seus olhos,
Um suspiro que parece limpar a alma,
Enfim...
Há inúmeras formas de carinho
que muitas vezes valem mais do que mil palavras..."

PS: Acredito que um gesto, seja ele qual for, é (mais) sincero e importante que muitas palavras, como "eu te amo" por exemplo...entenda, não estou dizendo que não acredito ou que não é bom ouvir, mas...os detalhes (sempre) fazem a diferença...a atenção é fundamental, notar o outro é importante...
4º ESCOLHA:

Dia/Noite? noite (amo a madrugada)
Cego/Surdo? cego (não aguentaria viver sem ouvir o mundo ao meu redor)
Amor/Paixão? Paixão (prefiro a intensidade de uma paixão, à calmaria de um amor)
Pôr/Nascer do sol? Pôr
Verão/Inverno? Verão (adoro calor)
Verdade/Desafio? Desafio (de descobrir a verdade)
Piscina/Oceano? oceano
Bolo/Torta? Torta
Manteiga/Requeijão? manteiga
Ouro/Prata? prata
Diamantes/Pérolas? diamante
Banho de Chuveiro/Banheira? chuveiro (gosto de sentir a água cair sobre o corpo, principalmente em momentos difíceis)
Fogo/Água? Fogo
Tv/Cinema? Cinema
Filme/Novela? Filme
Sair/Ficar em casa? ficar em casa (ao menos nesse momento)
Preto/Branco? preto
Velho/Novo? novo
Café/Chá? chá de hortelã
Pois é...finalmente em casa, nada a fazer, nada a dizer...
solamente que estoy aqui...