quinta-feira, 18 de dezembro de 2008


Cantinho
(Ana Carolina e Gastão Villeroy)

Me levou pr'um cantinho e disse: Morde
Quando dei por mim, pensei: Que sorte
Disse tudo bem, tudo é natural
Olhou bem nos meus olhos, chupou meu pau
E eu falei porque a gente não se esquece
Devia ser assim, mas não acontece
Me ensinou a rezar uma outra prece
A quem dera se o dinheiro desse
Prefiro sempre sempre correr o risco
Grana eu não tenho, não, mas me divirto




P.S.: Promessa cumprida! ;)

4 comentários:

energizeme disse...

=x

Caramba, não é que ela postou mesmo?
Eu diria que essa música anda embalando os nossos dias mas isso pegaria mal rs. Enfim, música postada, negritada e comentário feito, acrescento apenas que é uma ótima música,e, postá-la assim é um ato digno de aplausos ^^

Rafaela disse...

ahm...
q pensar de uma música assim?
no mínimo instigante...

rssss

Sr. Sete disse...

Rafaela. Que coisa, não?!?

Qto tempo.

Zékia tu és além de tudo o elo.



Mas como quase me esqueço:

"Digno de aplauso"???? O.õ

"Instigante"??????? O.õ

hum... o que comentar? Como falar?

Indago: previsível, como a própria autora? Despresível, como a morte da autenticidade? Fútil, como a necessidade da diferença?

Zékia, não podo nada (aqui pelo menos), às vezes me considero cáustico, mas hoje sou só valentemente francamente sincero, sem cera.


Zékia, busco-te em lugares desconhecidos!

Livia disse...

0.0