quarta-feira, 26 de março de 2008

"Que lugar me pertence que eu possa abandonar?!
Que lugar me possui que possa me parar?!"

Nenhum comentário: