quarta-feira, 5 de novembro de 2008

"Faço promessas malucas tão curtas quanto um sonho bom, digo alô ao inimigo, encontro um abrigo no peito do meu traidor..."

Nenhum comentário: