terça-feira, 25 de novembro de 2008

Carta de um desesperado

"Tenho medo...
medo de um dia
descobrir que foi tudo um sonho
que enquanto achava que partia
nada acontecia...

tenho medo...
medo de ver a realidade
de descobrir que eram todos estranhos
que era falsa a lealdade
que nada acontecia...

Desculpe...
perdão por te desapontar
mas...
tenho que partir
sei que eu não iria suportar
sei que iria me iludir
por isso...

Não aguento mais...
esse medo, essa insegurança
tudo me persegue
não quero os fatos reais
sei que deve haver esperança
mas é difícil...
Perdão...mil vezes perdão..."


Por Kézia

A muito tempo atrás...numa galaxia muito e muito distante...


P.S.: Não peço mais perdão não...Sou assim, e não pretendo mudar!

Nenhum comentário: