domingo, 16 de abril de 2006

Zeca Baleiro - Palavras E Silencio

Não se move uma montanha
Por um pálido pedido
De alguém que não se ama
Todo ouro está contigo
Para isso há muita chama
No coração do bandido

Mais uma vez o dia chega
Em minha vida
Como uma chama na selva
O sol na cama da relva
A tua boca e a lua
A minha boca e a tua
Vão deixando pela rua
Palavras e silêncios
Que jamais se encontrarão

Um comentário:

Natalia disse...

Oi!! Obrigada pelo feliz páscoa, espeo que a sua tenha sido otima. Beijos