domingo, 22 de janeiro de 2006

Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!!!!!

Não sei, sei lá...tava feliz, de repente, o q aconteceu comigo??? Mudou td...

Quero que alguém, quem quer que seja, venha falar alguma coisa, venha reclamar de algo...ahhhh...é mto fácil dizer que eu não dou atençao, ou reclamar que ta sozinho, ou vim atras de mim para ser consolado...poxa, tem dó!!!
Agora vamos ao outro lado...alguém lembra da Kézia? não...é fácil passar o tempo td falando de si msm, ou de seus assuntos; e depois vir, com a cara mais lavada, dizer que dá atenção, ou que se preocupa comigo...aham, se preocupa comigo desde que eu esteja quietinha escutando o que tds têm a dizer [(esse argumento pode ser contestado com a seguinte frase "mas eu perguntei como vc estava e vc disse q estava bem") e a minha resposta é...aham, claro, agora vamos ver qntos estão prontos para ouvir o que realmente tenho a dizer, ou a minha resposta sincera, ou o quão bem eu estou, ou como, quando, onde e porque; poucos, mto poucos querem respostas completas, se contentam com um simples "estou bem" pq é mais prático. Algum outro protesto? apresente quem tiver coragem, eu o anularei]; quantos sabem o que realmente se passa comigo? acredito que no momento...só uma, ou 2 (dependendo do ponto de vista)...[(protesto a ser feito? claro, pod ser feito das seguintes formas "Vc é mto fechada.", " Vc num fala o que acontece, como quer que a gente saiba?!?", "Vc fala em códigos." e outras mais, tds no msm estilo.) e a minha resposta é, eu respondo o que me perguntam, desde que estajam dispostos a saber, ninguém pára para pensar no que eu falo, por isso nao entendem, ou acham que é código, quer que eu faça mais o quê? que eu desenhe ? não, esforce-se!]...

Bem, é isso...
B-jos e,
Até...

PS: desculpem os que não merecem ler isso
PS²: Acredito que mtos vão ler o pedido de desculpas e achar que se enquadram, mas... será mesmo que sim?

3 comentários:

Natalia disse...

Oi!!! Bom num vou comentar muito o seu post pq eu meio que concordo e acho que as pessoas tem que se sentir seguras pra falar de certos assuntos e contar certas coisas pras outras e o estou bem é quase cliche de resposta do estou bem, eu num pergunto muita coisa pq é da minha pessoa isso, como tb num falo então num tem pq eu raclamar, mas mesmo com tudo isso eu continuo gostando de vc(como se isso fosse o ô do borogodo, nem sou tão importante como fica parcendo quando escrevo essas coisas.) como se tivesse motivo pra não gostar de uma pessoa tão simpatica. Leve a vida leve, beijos. Se te incomodar ignora o que eu disse num sou nem psicologa nem filosofa, sou só projeto de farmaceutico, alias 20 de janeiro é dia do farmaceutico.

Lila disse...

Kéziaa, eu posso te interromper ás vezes qdo vc tah falando mas eu juro q presto atenção, e vc sabe q eu me importo mto com vc, afinal de contas a gente não precisa nem falar pra entender uma a outra neh?!
_o/
Simbiose (lembra disso, q saudade do Gerson ^_^)

Gustavo disse...

Keziaaaa
N tenho o q falar!
XD
uhuhuhu