segunda-feira, 4 de março de 2013

Cabelo, cabeleira

Pois é, eu cortei o cabelo!
Eu até comentei que não ia falar nada por aqui, mas agora eu já superei e resolvi falar.

Meu cabelo estava enorrrrme, porém caindo muito, no carnaval me deu a louca e eu resolvi que queria cortar igual ao da Glória Pires só que um pouco menos repicado, na quarta fui lá cortar com um cabeleireiro que eu acreditava que saberia cortar sem fazer besteira.

Grande engano o meu, pela primeira vez na vida encontrei um cabeleireiro (palavrinha engraçada essa rsrs) que não gosta de cortar. Explico, pedi que o cabelo ficasse mais ou menos na altura do ombro, ele me corta um palmo abaixo do ombro e diz que está ótimo, minha mãe deu uma forçada de barra e ele cortou mais. Resultado? Um cabelo abaixo do ombro, quase reto, com franja grande e sem o repicado que eu tanto queria.

Alguns dias depois a prima Vivi resolveu o problema, cortou, repicou e deixou bem bonitinho. (Obrigada Prima, você fez muito por mim, viu!?)

Sabe a empolgação de corte de cabelo? Quando você fica tentando fazer com que os outros notem seu cabelo novo? Na verdade, acho que isso acontece com quaquer coisa, é aquela velha história de esperar a aprovação alheia, mas enfim.

Eu toda empolgada e para a minha surpresa as pessoas mais próximas nem notaram, ou porque eu vivia com o cabelo amarrado, ou porque não cortei tanto assim ou porque simplesmente só vão notar que eu cortei quando lerem isso aqui, mas tá, para minha surpresa maior ainda, o pessoal do boxe (sim eu faço boxe chinês, e não tenho medo de usá-lo!) reparou, não foi um ou outro, todo mundo reparou e comentou, eu fiquei tão feliz *_*

E é isso, estou gostando (no gerundio mesmo, com a ideia de continuidade) do meu cabelo, ainda me adaptando, e ontem descobri que estou parecida com o Jackie Chan no filme "Volta ao mundo em 80 dias", é mole isso?!

Nenhum comentário: