segunda-feira, 30 de abril de 2012

A preguiça é a mãe de toda solidão. 
Levanta desse banco, sai pra rua, viva os amores, 
dilacere corações.
Caio Augusto Leite 

Nenhum comentário: