terça-feira, 18 de agosto de 2009

Ansiedade

Em princípio, a ansiedade não é doença, e sim uma resposta do organismo às situações que geram grande tensão física e psicológica, faz parte do sistema de defesa do ser humano e está projetada em quase todos os animais vertebrados.
O significado mias aceito é do psiquiatra Aubrey Lewin: "Um estado emocional com a qualidade do medo, desagradável, dirigido para o futuro, desproporcional e com desconforto subjetivo."
É problema de ordem do comportamento que afeta o convívio social e pode apresentar-se como sintoma em muitas doenças ditas emocionais e mentais, interfere sobremaneira nos níveis de satisfação do indivíduo.
Os sintomas da ansiedade são muitos, entre eles: tristeza, irritação, cansaço, taquicardia, náusea, enjôo, tensão muscular e ganho de peso.
Não obstante, se bem dosada, funciona como um importante mecanismo de proteção. Doses moderadas de apreensão e vigilância - reações típicas da ansiedade - são saudáveis e não devem vir acompanhadas de culpa. Isso significa que é permitido ficar ansioso sim, desde que se aprenda a lidar com esse estado.

(fontes de pesquisa: www.irc-espiritismo.org.br e www.meunene.uol.com.br )



P.S.: Deve-se conhecer aquilo que se combate. ;)

P.S.²: Sim, eu que escrevi! *.* Claro que com uma ajuda gigantesca dos textos originais, na verdade, esse é só uma adaptação de algo já existente, mas e daí?! =p

4 comentários:

Raffs disse...

na natureza nada se perde, nada se cria: tudo se copia!

não tem como fazer algo inédito. tudo é um pouco de coisas que já existem...

bjuuuuuuuss

Nêga!!! disse...

Tudo tem uma nova forma de ser olhado! :)

energizeme disse...

Insuportável essa mulher!

Sofia disse...

Kézia querida,
O conhecimento é o melhor ataque, ou seria a melhor defesa?

Talvez seja a melhor garantia.
É o que te garante ser como é!

Beijo