quarta-feira, 20 de julho de 2016

Dou meio boi para não entrar na briga



Eu estou vendo gente entrando em guerra por causa de opiniões mal dadas, textos mal escritos e compartilhamentos mal feitos.
E eu, justo eu que gosto tanto de briga, só consigo pensar: Meu povo, ‘vamo’ com calma, não precisa disso não.."
Eu sou egoísta, sabe?! Tão egoísta que não entra na minha cabeça passar por cima de mim mesma por outro que não valha a pena ou não está preocupado em como eu vou ficar.
Não foi sempre assim não, eu tenho o hábito de ir até o fim, seja lá onde for que esse fim me leve. Com o tempo eu entendi que não precisa chegar lá para saber como vai ser, e então comecei a abortar missões. 
Digo que também não é fácil entregar o boi de mão beijada, mas às vezes é necessário e segue a vida.
O boi faz falta, mais para a gente e para o ego que para o todo. Mas a boiada, no fim, é o todo, e a gente, no fim, é o todo; e cicatrizar vai doer, arder e ficar marca.
Agora eu só brigo pelo que eu acho que valha.

Nenhum comentário: