terça-feira, 24 de agosto de 2010

Ontem, enquanto eu fazia a janta, tocou Boa sorte, da Vanessa da Mata. Me deu uma saudade tão enorme dos meus amigos..um aperto no peito..
Saudade de quando a Livia ia lá para casa e nós ficávamos o dia todo sem fazer nada, só falando besteira e comendo brigadeiro.
Saudade de quando eu saia de carro com o Hermes e ia sempre pelo caminho mais longo só para poder dirigir mais um pouquinho, nós cantávamos e eu sempre muuuuito falante contando as coisas para ele.
Saudade de passar a madrugada inteira ao msn com o Gustavo, falando o que quer que fosse, porque ele sempre me entendeu e ficou do meu lado mesmo eu estando errada.
Saudade de encontrar a Tayná, olhar para ela e ter aquela sensação boa de que parece que foi ontem que nos vimos, mesmo tendo meses que sequer nos falamos.
Saudade dos programas de índio com a Livia e a Natália, que eram sempre hiper divertidos.
Saudade de poder ligar para a Tânia no fim de semana só para ela vir lanchar comigo.

Enfim..
Saudade dos meus amigos.

6 comentários:

Viviane Zion disse...

entendo do que c tá falando...

S
A
U
D
A
D
E
.
.
.

hehehe

energizeme disse...

Estou aqui!!

Pedro Netto disse...

Olha, quantas saudades...

Nêga!!! disse...

saudade imensa de ti tb :D

Mini-Chef disse...

Me rasga o peito diariamente a mesmsa coisa....saudade de te ligar de noite só pra te dizer oi........Amo te.

Livia disse...

Sintomas típicos de uma amizade infinita... meu estágio às vezes se agrava e tenho essa sensação 7 dias de 7. Os médicos ainda não acharam a cura, mas dizem que ver os amigos pelo menos 1 vez por semana ajuda a controlar a doença.